Fases do Arroz Irrigado:

Preparo do Solo
01.

Preparo do Solo

Esta é a primeira fase do cultivo de arroz, momento em que se prepara o solo fazendo com que o mesmo fique nas condições adequadas para o plantio.

Fatores climáticos influenciam o tipo de manejo que deverá ser aplicado, como utilização de grades, trilho, rolo compactador e remaplam.

Plantio
02.

Plantio

Depois de preparado o solo, inicia o processo de semeadura diretamente no solo, pois o método de plantio direto elimina o revolvimento do solo efetuado pelas grades e arados e cria uma cobertura permanente do solo com palhada na superfície (restos de culturas), protegendo o solo e melhorando suas condições físicas. Assim, ameniza a temperatura do solo, protege contra os impactos da chuva e evita a erosão. Neste processo, faz-se uma aplicação prévia de herbicida de ação total para dessecar a cobertura vegetal, passando de imediato com a semeadeira mecânica.

Para uma boa densidade de germinação é necessária uma quantidade de 200 a 300 plantas de arroz m-2, uniformemente distribuídas, equivalente a 80 – 90 kg/ha.

Irrigação
03.

Irrigação

Nesta fase, o método utilizado para a irrigação da lavoura é o convencional. A irrigação inicia assim que as plantas tiverem desenvolvimento suficiente para tolerar uma lâmina de água. Isto ocorre aproximadamente aos 10 dias após a emergência e permanece até a proximidade da colheita.

A quantidade de água exigida é o somatório da água necessária para saturar o solo, formar uma lâmina, compensar a evapotranspiração e repor as perdas por percolação vertical (infiltração profunda no solo), as perdas laterais e dos canais de irrigação. Esta quantidade depende, principalmente, das condições climáticas, das características físicas do solo, do ciclo evolutivo da cultivar e da profundidade do lençol freático.

O fornecimento de água a lavoura é interrompido quando as espigas estiverem maduras e o cacho estiver dobrando. O momento ideal para a drenagem é, de uma maneira geral, uma semana antes da colheita. A retirada da água próximo da colheita propicia uma maior uniformidade na maturação, bem como favorece o trabalho das colheitadeiras, economizando tempo e recursos.

Colheita
04.

Colheita

Esta é a última fase de produção do arroz. A colheita é realizada no momento adequado, para proporcionar maior rendimento industrial no beneficiamento e de grãos inteiros e menor número de grãos gessados. O teor de umidade dos grãos é o parâmetro mais utilizado para determinar a época da colheita. A umidade recomendada fica entre 18 e 24%. Outro parâmetro muito utilizado é o de observar um período entre 35 e 45 dias após o florescimento da planta.

Na operação de colheita dos grãos utilizamos as automotrizes, que colhem o arroz e depositam em reboques graneleiros - tracionados por tratores. Estes levam o produto até os caminhões para transportarem até o local de armazenagem.

Arroz:

Sobre o Arroz

O arroz alimenta, nutre o corpo, é capaz de satisfazer a alma.

A Finalidade do Arroz

Reportar o alimento ao homem para consentir a realização. Não devemos comer simplesmente, mas sim comer por alimentação e realização, através de um sentir, sentir que arroz e eu somos mais! Devemos comer (arroz) com os cinco sentidos (olhar, cheirar, ouvir, tocar, degustar), só assim podemos fazer a passagem.

Cultivo do arroz irrigado

Os principais sistemas de cultivo de arroz irrigado são o sistema convencional, plantio direto, pré-germinado e transplante de mudas.

Nascemos para a realização, se não somos estamos em erro.